terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A primeira Assembleia Colombinana!


Na segunda semana aqui na Colômbia, fomos convidados a participar na Assembleia do Vicariato de San Vicencente de Caguán e Putumayo, acompanhando o P. Salvador Medina. Este encontro decorreu de 16 a 19 de Novembro em San Vicente del Caguán.

A viagem foi um bom “baptismo” para nós os dois. De Bogotá até Florencia (metade do caminho) demoramos cerca de 8.30h de autocarro, saímos as 22.30h e chegamos às 7h. O que valeu foi o acolhimento tão familiar dos Missionários da Consolata que estão ali - P. Edgar Gómez, o P. Bruno Del Piero e o Irmão Laureano Galindo. Tivemos oportunidade durante a manha, logo depois de um maravilhoso pequeno-almoço, fazer uma visita guiada à cidade, juntamente com o P. Bruno que festeja 50 anos de Missão no Caquetá. Mostrou-nos a cidade com todas as suas histórias. Terminamos o passeio com a visita à Catedral e a tomar um “tinto” com o Monsenhor Jorge Soto (Bispo). Que maravilha ver e escutar a Missão assim! Antes de seguir viagem até S. Vicente, almoçamos ali em casa com a companhia do Bispo e três Irmãs Missionárias da Consolata (elas também iam participar na Assembleia e estavam de passagem como nós).O caminho até San Vicente ainda demorou mais 4 horas. Pelo meio aconteceram alguns imprevistos tal como, perder uma roda porque não tinham apertado bem os parafusos, os militares que aparecem pelo caminho (mais do que uma vez) e têm de revistar tudo e todos, os caminhos de terra, lama, pedras… Enfim, uma boa aprendizagem, sem dúvida!

Chegando, fomos mais uma vez acolhidos em clima de família na casa dos Missionários da Consolata da Paróquia do Espírito Santo. Aqui esperava-nos o P. Vittorio Iacovissi que nos tinha preparado umas pizzas bem caseirinhas.

Relativamente à Assembleia, nela estavam presentes o Monsenhor Francisco Javier (IMC), actualmente Bispo do vicariato, Presbíteros diocesanos, provenientes de outras Igrejas (Florencia, Garzón, Girota) e Seminaristas; Presbíteros Religiosos da Consolata, Vicentinos, Salesianos, Eudistas, Missionários e Missionarias Religiosos de Salle, da Consolata, da Anunciação, da Presentação; Leigos Missionários da Consolata, das Obras Missionárias Pontifícias, Voluntários das Paroquias do Vicariato e funcionários. Todos juntos para agradecer, rezar, reflectir, estudar e projectar a Missão.

Durante a semana houveram vários momentos de formação, partilha dos trabalhos realizados e apresentação de projectos. Apesar de não estarmos inseridos em nenhuma missão, foi muito importante conhecermos a realidade das paróquias (total de 17) e missões que compõem o vicariato. Estão presentes grandes desafios que desconhecíamos totalmente. Como exemplo, em algumas partes, é muito forte o conflito entre guerrilhas, para-militares e exército, sendo que os problemas que daí derivam, afectam a população em geral. Noutros locais, as dificuldades vão desde as complicadas deslocações à falta de recursos de muitas famílias.

Para ajudar à reflexão, foram apresentadas duas conferências: a primeira, intitulada “Memórias da Selva – 60 anos de presença Missionária”. Resultado de uma investigação conduzida pelo P. Matthew Magak (IMC), juntamente com um professor de Antropologia, Maurizio, sobre o impacto e papel, dos Missionários na região do Caquetá, durante a data referida. A outra conferência foi da responsabilidade da Comissão Justiça e Paz, apresentada pelo P. Benjamín Solano (IMC), por um Psicólogo e Advogado (que integram a equipa). Esta comissão tem como empenhos (entre outros): a Assistência psicológica, jurídica e espiritual às pessoas vítimas do conflito armado e qualquer outra manifestação de violência; e a Sistematização dos casos de violação dos Direitos Humanos. Foi apresentada uma síntese do trabalho realizado até à altura, de acordo com estes dois grandes empenhos. Uma das grandes ajudas foi exposta pelo advogado, que explicou quais os nossos deveres e direitos quando somos confrontados com o exército, ou até mesmo a guerrilha (mesmo quando estes não se identificam como tal).

Já perto do final, tivemos a oportunidade de participar na Ordenação Diaconal de três Missionários Eudistas. E claro, no momento de convívio que se seguiu.

Entre muitas coisas aprendidas, ficaram mais presentes algumas ideias que partilhamos convosco:

  1. É urgente agir!
  2. São precisas mais pessoas corajosas!
  3. Bem-hajam todos os missionários que ali vivem e trabalham, dispostos a lutar pela causa do Evangelho!

4 comentários:

Salvador Medina imc disse...

Parabéns!
Pela longa viagem e a rica experiência na Assembléia.
Uma boa apresntaçao!
Saudaçoes!
Salvador

Anónimo disse...

Muchas gracias por compartir las experiencias y encuentros que tenéis en Colombia.
Muchos ánimos y saludos desde España.
Iván y Carmen

Carmensika disse...

Muchas gracias por compartir con nosotros lo que estáis viviendo en la misión.
Muchos ánimos, besos y abrazos desde España, Iván y Carmen.

Jaime disse...

Olá (é)
Com satisfação encntrei no vosso noticiário nomes de meus grandes amigos, o que despertou ainda mais a minha curiosisade e interesse pelas vossas notícias.
Somente hoje é que estou tentando comentar porque te nho pouca experiência destas modernices (=blogg), mas como aqui está o P. Álvaro Pacheco aproveito para lhe pedir uma explicação. Vou tentar e vamos ver se aí chega alguma coisa. Se der,...vamos "interactivar" com mais frequência.
Aguardo notícias da vossa ezperiência paroquial. Entretanto desejo-vos um 2011 o mjelhor possível.
Amizade, oraçãoes, abraços.
P. Jaime